01.jpg

Paiva abraçou projetos da Suser referentes ao Bilhete Único e à Mobilidade Urbana

       A partir do projeto básico desenvolvido pela Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários), a equipe da vice-prefeitura está desenvolvendo junto à Caixa Econômica Federal, o Fundo Nacional e Ministério das Cidades todo o projeto financeiro e, ainda, com a Suser o detalhamento do projeto básico para captação dos recursos já anunciados.

       

        Em março deste ano (2013), vice-prefeito de Volta Redonda, Carlos Roberto Paiva (PT), encontrou-se, no Palácio do Planalto, em Brasília, com a presidenta Dilma Rousseff, sua companheira de partido, para receber a documentação e definir o valor a ser repassado para Volta Redonda para a implantação do PAC da Mobilidade Urbana.

       

        O município, que teve os projetos apresentados aprovados, conquistou R$ 58,1 milhões do Governo Federal para aplicar em melhorias no trânsito. Durante o encontro, Paiva estava acompanhado do presidente de Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários), Paulo Barenco.

 

        Paiva explicou que antes do anúncio de Dilma os projetos de Volta Redonda foram analisados por técnicos do Ministério das Cidades. Com a aprovação, estão garantidas as construções de três novos viadutos e uma ponte na cidade. As novas estruturas ficarão nos bairros Aterrado, Voldac e Jardim Amália II, como parte integrante do Plano Diretor Municipal, na parte que trata do "Arco da Centralidade".

 

        A verba federal será usada ainda para instalação de 18 quilômetros de ciclovias e outros 6,5 quilômetros de calçadas voltadas para acessibilidade. O município ganhará ainda novos terminais rodoviários em pontos chaves para integração do transporte público.

 

        BILHETE ÚNICO - A aprovação dos projetos e a inclusão de Volta Redonda no PAC da Mobilidade Urbana assegura o funcionamento efetivo do Bilhete Único na cidade.

        A primeira etapa, que começou em março, foi a realização de estudos para a implantação do sistema, que permitiram constatações que serão postas em prática para melhorar também o sistema municipal de transporte.

        A adoção do bilhete único vai permitir a melhoria da qualidade do sistema como um todo, com a readequação da oferta e a redução do tempo das viagens e menor espera pelos ônibus. O benefício do bilhete único atingirá todas as linhas, mas não de forma irrestrita.

        O projeto aponta uma matriz de integração que vai garantir que qualquer viagem de um ponto a outro da cidade seja feita com o pagamento de uma só tarifa.

        MAIS VERBA – Ainda no encontro em março, em Brasília, também foram anunciados R$ 4,5 milhões para pavimentação. A verba será utilizada para readequação das vias do bairro Aterrado com nova pavimentação visando maior fluidez do trânsito e o melhor escoamento das cargas oriundas e destinadas à CSN e Petrobrás.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vice-Prefeitura de Volta Redonda
Av Paulo de Frontin, 590 - 15 andar - Ed. Plaza - Aterrado - Volta Redonda | CEP: 27213 270 
Tel: (24) 3339-2150 | Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.